INTOXICAÇÃO POR DEFENSIVO AGRÍCOLA: O QUE FAZER?

04.02.2019 | 0 Comentarios
Intoxicação por defensivo agrícola: o que fazer?

Cada vez mais o defensivo agrícola está sendo utilizado na agricultura, para conter doenças, insetos, fungos, ácaros e ervas daninhas que prejudicam as plantações, no entanto, quando é feito mau uso deste produto, intoxicações são comuns e podem causar danos à saúde, sendo alguns deles letais.

O defensivo agrícola pode ser dividido em algumas categorias principais: inseticidas, fungicidas, herbicidas, raticidas, acaricidas, nematicidas, moluscicidas e fumigantes. Cada uma destas classificações, têm especificidades que podem prejudicar a saúde humana.

Neste post você encontrará dicas sobre o que fazer em caso de intoxicação por defensivo agrícola.

Sintomas de intoxicação por defensivo agrícola

A intoxicação por defensivo agrícola, ou agrotóxico, pode ser leve, moderada ou grave. No primeiro caso, os sintomas podem ser dor de cabeça, irritação da pele, vômitos e tontura. Em uma contaminação moderada, a pessoa pode sentir dores de cabeça intensa, fraqueza, aumento do suor e da salivação, falta de ar e fraqueza.

Nos casos mais graves, o contaminado apresenta contração da pupila, arritmia (aceleração da pulsação do coração), dificuldade para respirar, convulsões, alteração na consciência e outros sintomas que podem levar até ao óbito.

Primeiros Socorros

Se a pessoa apresentar esses sintomas, possivelmente ela estará intoxicada por defensivo agrícola, por isso é preciso realizar os primeiros socorros e procurar os serviços de saúde mais próximos da sua região, levando a embalagem do produto que causou a contaminação, para que dessa forma o atendente saiba como agir.

Quando a contaminação é oral, é preciso ler o rótulo do defensivo agrícola para entender se o produto recomenda o vômito, se este for caso pode-se provocá-lo, porém o indivíduo deve estar consciente. Além disso não se deve dar leite ou álcool para a pessoa.

Nos casos de intoxicação respiratória, o melhor a se fazer é levar a pessoa para um local arejado e ajudá-la a respirar, realizando respiração boca a boca se notar que ela está com dificuldade para tal. No entanto, para as intoxicações cutâneas, o ideal é lavar bem a região com água corrente e sabão, caso ocorra nos olhos, lave apenas com água corrente.

Cuidados com agrotóxicos

O primeiro cuidado que se deve ter é no momento da compra do defensivo agrícola. Para saber qual é o agrotóxico indicado para o seu problema, converse com o agrônomo presente na loja (a presença deste profissional é obrigatória), ele indicará o melhor defensivo agrícola para acabar com praga, assim como a dosagem certa para evitar gasto desnecessário e não correr risco de intoxicação.

Outro cuidado essencial é no momento da aplicação. Somente utilize o defensivo agrícola quando for necessário, pois desta maneira você poderá evitar os efeitos prejudiciais do agrotóxico para a saúde e meio ambiente.

Além disso é necessário o uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), como botas, aventais, camisa e calça hidrorrepelentes, boné do tipo touca árabe, luvas, respiradores e máscaras, na manipulação e aplicação do defensivo agrícola.

Não compre agrotóxicos somente pelo valor, por mais que o custo-benefício aparente ser vantajoso, existe um defensivo agrícola específico para cada praga que é necessário se atentar.

Da mesma forma, recuse a compra de produtos contrabandeados, porque geralmente estes agrotóxicos são muito mais prejudiciais à saúde e ao meio ambiente, além do mais, os médicos terão dificuldades para tratar de uma intoxicação ocasionados por esses produtos.

Prevenção de problemas com defensivos agrícolas

Para adquirir um defensivo agrícola tenha em mãos uma receita agronômica, a fim de evitar contratempos futuramente na hora da aplicação.

Leia e siga com atenção as recomendações do rótulo, não carregue e armazene os agrotóxicos junto com alimentos e não utilize as embalagens vazias. No momento da manipulação, evite usar utensílios domésticos para misturar os produtos, da mesma forma não deixe crianças, gestantes e mulheres que estão no período de amamentação ter contato com o defensivo agrícola.

Quando estiver manuseando o produto agrotóxico, não fume, beba ou coma. Após o término da aplicação, tome banho com água corrente e sabão e lave as peças de roupa utilizadas no momento da manipulação do defensivo agrícola.

Com essas dicas você saberá o que fazer em caso de intoxicação por defensivo agrícola, bem como os cuidados que precisa ter ao manipular este tipo de produto e as medidas preventivas necessárias contra agrotóxicos. Lembre-se de que é importante seguir essas instruções para evitar problemas e ter o melhor uso desses produtos.




Comentários

Seja o primeiro a comentar!


Escrever Comentário




Siga também a AgroVest nas redes sociais


Newsletter

Cadastre seu e-mail e se mantenha sempre atualizado sobre dicas e novos produtos da Bonanza Agro.